24.90€ 17.50 
Valor mínimo para apoiar este livro
10
Apoiantes
127
Apoiantes Necessários
Titulo Ficção Curta Completa (Volume I)
Autores H. G. Wells, Sofia Castro Rodrigues (Tradutora)
Género
Colectânea
Proposto por
Hugo Xavier
Editor
Hugo Xavier
Formato
15,5x23,5cm
N.º Páginas Estimado
608
Data Estimada
Outubro de 2017
Algumas das maiores obras-primas do conto em língua inglesa numa obra que reúne pela primeira vez um conjunto de textos essenciais do século XX.
Primeiro de dois volumes que compilam toda a ficção curta (contos e novelas) de um dos escritores mais influentes do século XX (o segundo volume será publicado em 2018).

H. G. Wells é essencialmente associado aos primórdios da ficção científica moderna, mas as suas obras são universais e lidas pelos mais diversos públicos. No caso dos seus contos e novelas, o leitor português terá pela primeira vez acesso a algumas obras inéditas, mas que marcaram a literatura universal. Ficará também a perceber que a maior parte da obra de Wells não se centra no universo da ficção científica e sim em temas universais: as ambições, medos, traumas e sonhos do ser humano.

Textos clássicos como «O Homem que Fazia Milagres», «A Máquina do Tempo» ou «O Bacilo Roubado» revelam de que forma o final do século XIX e começo do século XX acreditava no futuro da ciência como forma de melhorar a Humanidade. 

Para além dos textos que envolvema ciência, Wells revela-se um excepcional retratista da sociedade da sua época, agudo observador de tipos e hábitos, das esperanças de um império britânico no começo da sua fase descendente em contraponto a um mundo moderno governado pela ciência.


Dos contos e novelas incluídos no primeiro volume, mais de 20 foram alvo de adaptações cinematográficas e televisivas (e quase todos foram adaptados a teatro radiofónico pela BBC).

«Os contos de Wells são pequenos retratos dos medos que guiam o ser humano e as suas ambições.» John Clute

«Li o seu último livro e, como sempre, não o consegui largar. Já o disse e mantenho que é o mais original dos escritores de língua inglesa e das outras.» George Bernard Shaw (Prémio Nobel de Literatura)

«Há poucos contistas de língua inglesa com tanta originalidade e pujança como H. G. Wells.» W. Somerset Maugham

«Wells interessou gerações atrás de gerações de leitores pela ciência.» Brian Aldiss

«Quando H. G. Wells revelou o quão universais são as paixões de um cientista, abriu as portas da ciência a todos aqueles que até então tinham tido curiosidade mas não vislumbravam por onde entrar.» J. B. S. Haldane

«Se ainda existem mundos por descobrir, Wells descobri-los-á.» Joseph Conrad

(o segundo volume será publicado em Novembro de 2018)
Herbert George Wells (1866-1946) foi um dos mais influentes escritores do século XX e é considerado, com Verne, o fundador da moderna ficção científica.
Autor prolixo com publicações em áreas tão diferentes como o conto e romance, a história, jornalismo, comentário social, textos de intervenção política, de divulgação científica, manuais de estratégia militar e muitos outros, Wells foi, no seu tempo, considerado o sucessor de Charles Dickens pelos seus romances e contos de retrato social; pai da ficção científica moderna juntamente com Jules Verne e Hugo Gernsback; o mais importante escritor de língua inglesa (nas palavras de George Bernard Shaw, Prémio Nobel da Literatura); um dos mais acérrimos defensores do socialismo e do pacifismo.

Hoje em dia é sobretudo lembrado pelas suas obras de ficção científica, que Wells cruzava com o seu interesse pela sociologia e o estudo da evolução das sociedades. Obras como «A Guerra dos Mundos», «A Ilha do Dr. Moreau», «O Homem Invisível» e muitas mais foram adaptadas várias vezes ao grande ecrã.

H. G. Wells foi candidato ao Nobel por quatro vezes, mas nunca ganhou.
Sem informação.
Nuno Fonseca
Sem informação
Venha construir esta editora connosco